Envie mensagens para telemóveis !    


   Tradutor
   Câmbios
   Conversor
   Câmbios do Dia
   CHAT
   MAIL
   Livro de visitas
   Hino de Portugal
   Top TerraNatal
   Novidades!!!
Pesquisa
              
 

   Por temas
   da Terra
Com.Lusófonas

   Informações
   Entrevistas
   Reportagens
   Festas e Romarias
   Viagens
   Destinos
   Crónicas
   Consultório
Escrever ao longe
   Frases ditas
   Cidadão
   Empresas
   Emigrante
   Comunidades
   Meteorologia
   Telefones Úteis
   Códigos Postais

XYZ

 

Jogos
   Horóscopos

 

   Adicionar site

 

                                           

 

outras páginas [1] [2]

OS SONHO QUE EU NÃO QUERO

( parte 1 de 2 )

       Mãe, dá-me de novo aquela boneca.
Quero estreitá-la nos meus braços para me imaginar de novo criança, e consequentemente esquecer todas as hecatombes que diariamente assolam o planeta. Mãe, como eu queria voltar atrás no tempo e viajar – em viagem onírica - num pássaro lindo por entre alguns quintais de uma qualquer aldeia.

Mas hoje tudo é tremendamente Mórbido e problemático, porque os homens já perderam o sentido do dever. Hoje tudo é caos, terror, suor e lágrimas. Mãe, lá no Céu para onde os deuses maiores te levaram, diz-me como é que estas coisas são entendidas?!

Dialoga comigo, porque sinto uma nostalgia imensa e quase ardo em febre de tanto buscar a resposta para uma questão: para quê tanta incógnita no mundo, quando afinal tudo culmina na morte e com ela?! Mãe, quando partiste, pediste-me que fosse sempre uma mulher/mãe exemplar, que espalhasse valores por entre todas as crianças com as quais contraceno diariamente, mas afinal, como é que posso pragmatizar o teu pedido, quando ao meu redor, tudo é horror, perda, escuridão e lágrimas?!

Não imaginas, decerto quão brutal foi hoje mais uma vez a assumpção da informação sobre a queda de mais um avião proveniente de New York... dir-te-ei que o Mundo parou – de novo – para fazer uma introspecção e dialogar com os deuses... será isto mais uma verdade feita pelos homens ou viveremos de um sonho mau que nunca mais terá o seu fim?!

Questão da questão... dor da dor e a vida cada dia que passa vai perdendo o seu sentido, porque caem aos milhares, os homens que ajudariam a construir este universo pedra a pedra, gota a gota. Tudo está debalde e supostamente preparado para o holocausto, mas eu tenho medo, mãe... tenho medo de partir cheia de dor, e de não te encontrar aí nesse espaço idílico onde decerto estarás, porque partiste na hora certa, no momento exacto, e não foste o resultado da mão do falso amigo ou do horror da guerra.

Voaste mais alto, porque fora chegada a tua hora e à tua espera estiveram decerto muitos dos teus amigos que mais ou menos dias de vida contabilizada partiram para o mundo dos ecos surdos! »»»

outras páginas [1] [2]


O Teu percurso »»»
Mulher/Mãe »»»
Conselho fora de horas »»»
Silêncio e pó »»»
Desumanização »»»
O professor do século XXI »»»
Que Mundo »»»
Viagem »»»
Não é utopia »»»
Viver é nada, se quiseres »»»
Faz frio na cidade »»»
Um Conto de Natal »»»
Criança sem dote - O mundo cortou-te a linha da felicidade »»»
O meu país está diferente »»»
Ficaram as cinzas -  A montanha chora »»»
O saco azul »»»
Que estranho Natal »»»
Criança »»»
Encontrei-me »»»
Descobri a tua infância - Não vás buscar a criança que chora na estrada »»»
Qual é a vontade dos homens? »»»
Amo-te »»»
O Arco Íris - Cromotografia »»»
S. Valentim e o Cupido entrelaçam quem ama »»»
Viajo sem sucesso »»»
Qual é a vontade dos Homens ? »»»
A tua Morte é a minha História »»»
Escola, ... Já fui O Tempo moeu-me a vida »»»
Anjo da Guarda »»»
A Argentina perdeu a cor »»»
O Euro »»»
Queria um Natal como o teu »»»
 Não Aceito a Dádiva, quero merecê-la »»»
O teu declínio - O Conto que eu nunca contei »»»
Dalai Lama - Um Peregrino em Portugal »»»
Olha-me atrás daquela Estrela »»»
Nunca foste Criança - Grito de Revolta »»»
Dependência nunca mais Tabaco, Triste Fado »»»
Os sonhos que eu não quero »»»
O que os homens querem eu não faço »»»
Criança Sem Mundo »»»
Dia Mundial da Poupança »»»
A Saudade aviva a memória »»»
Só Mulher »»»
Antrax »»»
Dois Anos sem Amália... »»»

Guerra Acesa, Mundo Doído »»»
Quando o frio se chama falta d'amor »»»
A América está de luto »»»
Afecto dos Afectos - Viana chora baixinho »»»
Amado adormeceu »»»
Caíu mais uma pétala d'Abril »»»
Palácio do Fado »»»
Amália, Raínha de Portugal »»»
Adeus »»»
Lágrima no 1º Maio de 2001 »»»
Diálogo com o Mundo »»»
Saudade de Cristal »»»
Embrulho Desfeito »»»
Sofrer antes do fim »»»
Entrevista »»»
O Português »»»
Ser do Ser »»»
Sintra, Saúde e Vida »»»
Cascais - Laços de Pétalas »»»
Amália - Diva, Mulher e Fado »»»
Portimão »»»
Sonho Logisticamente Desfeito »»»
O Grito de Amália »»»
Big Brother »»»

 

 
   
Adicionar Site   Publicidade   Comentários   Colabore connosco   Missão   Press Release   Imprensa   Contactos   Mapa do Site   Link para o TerraNatal    Parceiros